Notícias

AÇÕES DE DIVULAÇÃOda DGAV- Plano de Acção para a Prevenção dos Surtos de Caudofagia e Redução de Cortes de Caudas por Rotina/2018-2020

COMUNICADO DA DGAV

 

Exmos. Senhores,

 

O procedimento de corte de cauda enquanto forma de controlo da mordedura de cauda, apenas pode ser adotado se existirem dados objetivos que comprovem a existência de lesões das tetas das porcas, das orelhas e caudas de outros suínos e só depois de terem sido tomadas medidas para evitar mordeduras de caudas e outros vícios, tais como alterando as condições ambientais deficientes ou os sistemas de maneio inadequados (Decreto-Lei n.º 135/2003 de 28 de junho, alterado pelo Decreto-Lei n.º 48/2006, relativo à proteção dos suínos nos locais de criação).

 

O “Plano de Ação para a Prevenção de Mordeduras e Redução dos Cortes de Cauda por Rotina nos Suínos (2018-2020)”, elaborado com o apoio da Produção, estabelece um conjunto de atividades e procedimentos a desenvolver no sentido de se fazer um diagnóstico nacional referente àquela temática e reforçar o cumprimento da citada legislação.

 

Tendo em conta que a problemática da mordedura de caudas nos suínos tem uma origem multifactorial, torna-se necessário que os produtores, antes de adotarem a prática do corte de cauda por rotina, realizem uma avaliação de risco da incidência da mordedura da cauda, com base em indicadores animais e não animais. Neste contexto foi desenvolvido um questionário como ferramenta para facilitar a avaliação de risco a nível das explorações e para promover a elaboração de planos de ação, com vista à correcção dos factores de risco identificados. A implementação deste questionário, que será remetido por cada DSAVR aos produtores, será faseada, tendo o seu início no mês de março.

 

Com vista ao esclarecimento de todos os aspectos relacionados com o questionário e com os procedimento a levar a cabo pelos suinicultores, a DGAV organiza um conjunto de ações de divulgação, as quais se apresentam no cartaz anexo.

 

Assim convidamos todos os suinicultores, técnicos e médicos veterinários responsáveis sanitários a estarem presentes nestas sessões as quais se distribuem pelo país para melhor acesso dos interessados.

 DGAV

Este website utiliza cookies para melhorar a sua experiência e utilização. Ao continuar a navegar está a concordar com a utilização de cookies neste site.
Ok